right_side

Seguidores

Mais borrifados

hipocrisia (26) Mallu Magalhães (24) brasil (15) São Paulo (13) futebol (11) globo (11) música (8) política (8) PT (6) Rede Globo (6) Rodolover (6) lula (6) malandragem (6) Olimpíadas (5) Rodolover posta aí (5) SPFC (5) corinthians (5) trânsito (5) Abercrombie and Fitch (4) Rodolover o borrifador turista (4) Subcelebridade (4) arte (4) brasileiros (4) che guevara (4) chico buarque (4) cult (4) educação (4) juventude (4) modismo (4) movimento homossexual (4) obama (4) politicamente correto (4) rodolover sumiu daqui (4) rodoponey vo te dar uma porrada (4) 3d (3) Big Brother Brasil (3) MTV (3) Rio de Janeiro (3) Rodolover Agora é espanhol? (3) Rodolover some daqui (3) Toca Raul (3) balada (3) bbb (3) borrifada (3) borrifadinhas (3) brasileiro (3) carnaval (3) cinema (3) esquerdistas (3) gosto música (3) grandes eventos (3) leis (3) los hermanos (3) marketing (3) modinha (3) paulista (3) rodolover to postando (3) rodoponoy some daqui (3) romário (3) shopping (3) sustentabilidade (3) Amy Winehouse (2) Anti-social (2) Dilma (2) Direita (2) Eleições 2014 (2) Esquerda (2) Exército (2) Formula 1 (2) Gloria do Desporto Nacional (2) Inclusão digital (2) Indy (2) MPB (2) Mallu Magalhaes (2) Metallica (2) Michael Jackson (2) Muricy Ramalho (2) Mussum (2) Natal (2) Nelson Piquet (2) NxZero (2) ONGs (2) Olimpíadas 2016 (2) Pink Floyd (2) Politcos (2) Rico (2) Rio (2) Rock (2) Rododrunk (2) Rodolover vai pra Espanha virar Pederasta? (2) Rogério Ceni (2) Rubinho (2) São Paulo FC (2) academia (2) amor (2) ano novo (2) backstreet boys (2) big brother (2) blog (2) bolados de rave (2) burocracia (2) caetano veloso (2) chatice (2) corrupção (2) crise (2) críticos (2) democracia (2) dinâmica de grupo (2) espero que o São Paulo se recupere no Brasileiro (2) essência (2) facebook (2) falsidade (2) força sindical (2) férias (2) gaúcho (2) geração (2) globo.com (2) gordas (2) jazz (2) jeitinho (2) jovens (2) justiça (2) malandros (2) medo (2) mentira (2) moda (2) morumbi (2) mulheres feias (2) mulheres frescas (2) musica ruim (2) naturebas (2) nova geração (2) novela (2) orkut (2) palmeiras (2) periferia (2) playba (2) populismo (2) povo (2) proibição (2) protestos (2) rolezinhos (2) rádio (2) samba (2) sertanejo (2) tecnologia (2) trabalho (2) turismo (2) wwf (2) Ética (2) índia (2) #VaiTerCopa (1) 1000 (1) 17 e mais (1) 2013 (1) 2014 (1) 3G (1) 500 (1) Aquecimento Global (1) Astro (1) Banda Gloria (1) Barrichello (1) Belo Horizonte (1) Beyoncé (1) Billy (1) Black Dog (1) Bohemian Rhapsody (1) Bono vox (1) Brawn GP (1) Brazil (1) Britiain's got talent (1) Bronze (1) CUT (1) Cacildis (1) Camargo Correa (1) Canadá (1) Cansei de Ser Sexy (1) Charlie Brown Jr. (1) Clodovil (1) Clássico (1) Coca-cola (1) Colírios da Capricho (1) Conspiração (1) Copa do Mundo 2014 (1) Daiane dos Santos (1) David after dentist (1) Debate Bola (1) Demônios da Garoa (1) Desenho (1) Desorganização (1) Detroit Rock City (1) Diego Hipólyto (1) Diogo Mainardi (1) Diáspora Romana (1) Dona Zuleica é o nome da Mãe do Popó (1) Doug Funnie (1) Doug Funnie bixa (1) ENADE (1) El Salvador (1) Engenhão (1) Estados Unidos (1) Exclusão social (1) Fake (1) Felipe Massa (1) Folha Online (1) Fora Sarney (1) França (1) Fresno (1) Galvão Bueno (1) Gene Simmons (1) Gilberto Gil (1) Gostosas da Globo dão a bunda sem pudor (1) Grunge (1) Heavy Metal (1) Hermes e Renato (1) Holanda (1) Inglaterra (1) JK iguatemi (1) Jacarés (1) Jack Johnson (1) Jean Willys (1) Jennifer Aniston (1) Jeremias (1) Jesus Luz (1) John Mayer (1) Jon Lord (1) Juca Ferreira (1) Justin Bieber (1) Keisha (1) Kiss (1) Kurt Cobain (1) Lei Rouanet (1) Lei Seca (1) Licitações (1) Linhares (1) Lobão (1) Locaweb (1) Lotus (1) Luciano Huck (1) Luiz Felipe Pondé (1) MS-DOS (1) MSN (1) Madonna (1) Mais Médicos (1) Mamonas Assassinas (1) Manaus (1) Marcos (1) Meio-ambiente (1) Merda (1) Mestre Tele (1) Mexicanos são feios (1) Michael Moore (1) Michel Teló (1) Movimento Passe Livre (1) Mudhoney (1) Museum (1) Myspace (1) Nacionalismo (1) Nana Gouvêa (1) Nelson Priquet (1) Nevermind (1) Nirvana (1) O talentoso Ripley (1) PSOL (1) Pacha (1) Pan 2007 (1) Parabéns Lorena (1) Parangolé (1) Paris (1) Paul Stanley (1) Pearl Jam (1) Pedro Bial (1) Perua (1) Políca Federal (1) Putaria (1) Pânico na TV (1) Quadrinhos (1) Rebolation (1) Rei do Pop (1) Ricardo Gomes (1) Rock Progressivo (1) Rodolover sai pra lá (1) Rodolover vai embora (1) Rodolover voltando (1) Rodolover volte a escrever! (1) Rodonasty e as russas (1) Rogério (1) Ronaldinho Gaúcho (1) Ronaldo (1) Rubinho Barrichelle (1) SUS (1) SWU (1) Selton Mello (1) Show me your genitals (1) Sicko (1) Simonal (1) Sintetizador (1) Snack Culture (1) Susan Boyle (1) TI (1) Tempo (1) Tenho amigos putanheiros (1) Tupiniquim (1) Twitter (1) Uniban (1) Urso polar (1) Usain Bolt (1) VMB (1) Vice (1) Victor Fasano (1) Virada Cultura (1) Wikipedia (1) World Cup (1) Xuxa (1) YouTube (1) Zeca Camargo (1) aba reta (1) acessibilidade (1) administradores (1) aeroporto (1) agência (1) alcool (1) animais (1) aniversário (1) ansiedade (1) aperto (1) artistas subestimados (1) asas (1) avião (1) bacon (1) banalização (1) bananas (1) bang (1) bebado (1) bebês (1) bla (1) blasé (1) blogueiros (1) bob marley (1) bolsa família (1) bolívia (1) borrifada maluca (1) borrifador ausente (1) borrifadores (1) borrifando (1) botafogo (1) branding (1) brega (1) briguinha (1) buffet (1) cantoras (1) caos (1) capitalismo (1) capitão nascimento (1) carioca (1) carro (1) carroceiros (1) casper (1) celebridades (1) chilli beans (1) chocolover (1) cigarro (1) classe (1) clichês (1) coca (1) coldplay (1) coletividade (1) combie (1) comunicação (1) condescendência (1) contigo (1) contradição (1) copa do mundo (1) cotidiano (1) crianças (1) crítica (1) culpados (1) death magnetic (1) deputado (1) desenvolvimento sustentável (1) diego alemão (1) dinheiro (1) dionisio (1) direitos (1) discos voadores (1) discurso vazio (1) dislexia (1) divulgação (1) drogas (1) eco 92 (1) ecochato (1) edmundo (1) egoísmo (1) elite (1) emburrece (1) emissora (1) emos (1) empregada (1) entretenimento (1) espetáculo (1) espm (1) estilista (1) estética (1) evo (1) exposição (1) extremismo (1) faap (1) fabio porchat (1) falta de classe (1) falta de paciência (1) favela (1) figurinhas (1) fim de ano (1) flamengo (1) flanelinhas (1) fluminense (1) formaturas (1) frase do Senna (1) funk (1) futebol americano (1) gal costa (1) games (1) gay (1) geeks (1) geleiras (1) google (1) grafite (1) greenpeace (1) gringos (1) gugu (1) gv (1) healthcare (1) helloween (1) hipsters (1) história (1) homer (1) homofobia (1) honda (1) humor (1) hype (1) id (1) igualdade (1) impunidade (1) incentivo fiscal (1) incompetência (1) individuaismo (1) industria fonográfica (1) informação (1) injustiça social (1) inovação tecnológica (1) internet (1) iron maiden (1) irresponsabilidade (1) irritação (1) joel (1) jon e kate + 8 (1) jovem pan (1) juliana paes (1) juscelino (1) katilce (1) king curtis (1) leci brandão (1) legado (1) lemmy (1) lepo lepo (1) liberdade de expressão (1) limitação mental (1) lindos são os passarinhos (1) live 8 (1) live aid (1) livros da fuvest (1) logos (1) loiras (1) loudness war (1) lula vieira (1) luxemburgo (1) mackenzie (1) macunaíma (1) maioria (1) mal humor (1) manifestações (1) marcelo dourado (1) marcelo tas (1) marimoon (1) mau humor (1) maus politicos (1) maísa (1) meirelles (1) melhor do Brasil é o brasileiro (1) melhores posts (1) mesmice (1) metrô (1) mondo entretenimento (1) monty phyton (1) morre (1) motorhead (1) mudar (1) musculação (1) musica boa (1) mãozinha (1) nardoni (1) natural step (1) neo-liberalismo (1) nerds (1) netinho (1) nostalgia (1) nyt (1) pablo (1) padrão de beleza (1) pais bundões (1) palhaçada (1) panda (1) paris hilton (1) patriotismo (1) paulistas (1) pc do b (1) pelé (1) pena sentimento pior (1) pessoas efusivas (1) phil barros (1) pobreza (1) poesia (1) polícia (1) ponte estaiada (1) português (1) posers (1) preconceito (1) premiação (1) promessas (1) protesto (1) psirico (1) publicidade (1) puc (1) punheta (1) qualidade (1) rabo (1) racismo (1) radiohead (1) reality show (1) record (1) red bull (1) reformulação (1) reggae (1) relacionamento (1) religiao (1) religião (1) repórteres folgados (1) respeito (1) rivalidade (1) robei o dia de alguém porque eu devia ter postado ontem (1) roberts (1) rodízio (1) roupas (1) ruas (1) saco (1) santa (1) sassaricar (1) saúde (1) selos (1) sem partido (1) semana (1) senso de humor (1) sentimentos (1) separatismo (1) serginho groisman (1) sexo oral (1) shows (1) silêncio (1) sistema de saúde (1) some daqui. (1) sos mata atlântica (1) status (1) stress (1) subúrbio (1) sucesso (1) sujeira (1) super legais (1) surf (1) telemarketing (1) torcida (1) track and field (1) transporte público (1) troca (1) tropa de elite (1) truculência (1) tráfico (1) universidades (1) vagabunda (1) vasco (1) velocidade (1) venda de CDs (1) verdade absoluta (1) vida (1) vinhos (1) violência (1) vôo (1) war (1) whatsapp (1) workshop (1) xixi no banho (1) zanola (1)

sábado, 30 de janeiro de 2010

Questionando o inquestionável.

Antes de qualquer coisa, gostaria de deixar bem claro que eu sou um são paulino devoto, vou ao templo tricolor em mais de 90% dos jogos, compro produtos oficiais e licenciados, acompanho o time, sei a escalação de cor e isso me dá gabarito e moral para poder falar e dar a minha opinião, não sou um modinha, um cara que não entende de futebol ou ainda que não saiba da história de seu clube. Eu sei. E muito bem.


Gosto muito do Rogério Ceni, acho ele um cara fora de série, sou fã. O cara simplesmente venceu tudo dentro do São Paulo F.C. e tem sua história marcada na história do clube das 3 cores. Foi o grande responsável por um dos dias mais felizes da minha vida, quando o São Paulo abraçou o mundo pela 3ª. vez, isso já no distante ano de 2005.


Porém acho que no atual momento é melhor pensar no reposicionamento dele, como sair de cena e deixar as luvas de lado. Não pela capacidade dele, porque mesmo com 37 anos, ainda é um ótimo profissional e acredito que tenha condições físicas para atuar até os 41, 42 anos sem maiores problemas. Sempre foi disciplinado e lutador.


O que me preocupa é que Rogério Ceni se tornou uma figura muito acima do bem e do mal, com muitos méritos, se diga de passagem. Porém isso é ruim quando se trata de um período no clube onde o processo de renovação se faz necessário.


Pela sua capacidade ímpar de retórica, ele tem muita influência e liderança sobre todo o grupo, o que dificulta muito o início e o desenvolvimento de novas lideranças. É bastante claro que lá dentro quem tem a palavra final é ele e que qualquer outro que queira tomar este papel não é aceito.

Acho que foi assim quando Ricardinho veio para o SPFC e que isso acontece até hoje. Rogério simplesmente não larga o osso e quando cede em algum momento, mostra claramente sua insatisfação. Ficou muito claro o mal estar que ele sentiu quando deixou de ser o cobrador oficial do time, perdendo a vaga para Marcelinho Paraíba. E temo exatamente que esta obsessão por ser o líder em todos os momentos possa atrapalhar o time em momentos de renovação. Afinal, ele não é eterno e o tempo passa para todos.


Há uma falta clara de oportunidades para novos goleiros, novas lideranças e acredito que ninguém quer ser reserva para sempre. Resumindo, o andamento do Tricolor não precisa ser um livro conectado à edição de Rogério Ceni, mesmo ele sendo um capítulo importante de nossa história.


Além disso, também sempre fui um cara desconfiado, observador e sei muito bem verificar onde há falsidade ou certo sentimento de plasticidade nas pessoas. E às vezes acho alguns comentários do Rogério dissimulados, meio forçados e treinados. Não há dúvidas que ele ama o São Paulo e que isso é inquestionável. Mas será que se não houvesse a volta por cima dele a partir de 2004, este amor seria assim tão grande e verdadeiro? Levanto este questionamento porque no começo da década de 2000, quase houve uma transferência dele para o Arsenal da Inglaterra. Chegou até a ficar afastado das redes por um curto período. E isso foi muito antes dos trunfos maiores e das glórias que o transformaram no ídolo que é hoje.


Por isso convido a todos os irmãos tricolores a refletirem sobre o mito. Refletir sobre o fato de este ídolo ter se tornado intocável e quanto isso pode nos prejudicar para vôos futuros e para nossa renovação. Insisto na formação de lideranças dentro de campo, além da sempre presente do nosso número 1.

Jogar a pulga é sempre difícil, perigoso e desconfortável. Mas nos faz refletir sobre aquilo que queremos para nós. E o que eu quero é o sucesso do clube que tanto amo.

Abs,


Petrescu

6 Comentários:

Shisuii disse...

Mesmo sendo corinthiano, concordo com a sua fala... admiro muito o RC...pelos mesmos fatores, mas também acredito que ele seria até mais útil no dia de hoje trabalhando no administrativo do SPFC... talvez como o Antonio Carlos no Corinthians... ou até em outra função... acredito que com o caráter e a identidade com o São Paulo que o Rogério possui, ele pode continuar sendo muito importante para o clube.

Avz disse...

Petrescu, não entendi porque a liderança do RC pode fazer mal para o grupo. Não acho que isso iniba o aparecimento de novas lideranças, até dá certa proteção para que os novos líderes se desenvolvam antes de serem bombardeados pela mídia. Além disso, numa época em que um jogador torna-se símbolo de lealdade ao ficar 3 anos no clube, ter um líder forte e que sabemos que não vai nos abandonar é muito bom.
Quanto aos problemas de ego dele (bater penaltis e Ricardinho) não vejo muita fundamentação, me parecem mais suposições suas (pode até ter acontecido alguma coisa, mas nada grave aparentemente). Em relação às declarações serem dissimuladas, acredito que ele pense antes de falar e que tente passar determinada imagem, ao invéz de falar a primeira coisa que vem na cabeça - é o que fazem pessoas em cargos mais qualificados quando vão à mídia, mas não jogadores de futebol.
Quanto ao amor dele ser condicional à época 2005-2009 (e 2010, espero... hehehe) acho normal, todo jogador torna-se especial pra torcida devido a sua história e a seus títulos. O fato é que ele viveu essa época glorificante e que jogou um bom tempo lá antes disso para estar presente nesses anos.
Por fim, acho que todo torcedor gosta de pensar que seus ídolos são perfeitos, mas se estudarmos as histórias desses jogadores veremos que a maioria fez algo que a torcida não gostaria ou teve algum problema com o clube. Como todo ser humano, os ídolos não são perfeitos. No entanto, ainda vejo o RC trazendo muito mais coisas boas ao time e ao clube do que problemas.

Juliana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Concordo plenamente com você!O Rogério Ceni é sim um excelente goleiro que trás segurança para o time, porém nenhum jogador é insubstituível e nem maior que o próprio clube. O São Paulo é composto por um TIME, onde JUNTOS, os jogadores contribuem para a harmonia e a conquista de títulos. E com certeza, ao longo da história do SP virão goleiros tão bom ou até melhores que o próprio Rogério Ceni.
Abs,
Ebina!

Anônimo disse...

Opa Petrescu ...

Acho que existe um pouco de exagero ... Não vejo como ele poderia prejudicar ou fazer mal ao clube, já que essa representação Importância e vem de muito tempo, pelo contrário os ídolos só vem acrescentar e hoje estamos em falta ou melhor quando ele eo Marcos pararem de jogar esses jogadores vão acabar com tamanho identidade com um clube e isso é que é o mal para o nosso futebol.
O mesmo Rogério conforme diz Condições Você tem de jogar e isso tira qualquer Possibilidade de parar, afinal de contas ainda é dele o tempo.
Não concordo quando você diz de novos lideres, se pensar não muito atrás o Lugano foi lider e ídolo do nosso Tricolor e jogou junto com o Ceni.
O Rogério tem contrato até 2012 como jogador, é um cara inteligente ee esclarecido depois do fim da carreira como jogador ainda teremos ele ligado ao São Paulo e não teremos duvidas que teremos uma pessoa para pensar e levar nosso clube ainda mais para frente. Também nesse tempo que resta para o Ceni finalizar sua carreira Poderemos formar o Richard e ainda tem o Denis que é um ótimo goleiro chegarem numa boa idade para começar um jogar como titular, TENDO em vista que os goleiros são preparados por um tempo maior para começar Titulares sem jogar como um profissional. O próprio Rogério Ceni foi durante anos o Banco do Zetti até ganhar uma chance e se Tornar o que é hoje, um mito!
Pra finalizar, quero dizer que o fator Arsenal nunca foi revelado ao certo e que apenas uma proposta veio para ele, nada mais normal, já que ele sempre foi diferenciado. Já se tivesse saido sem ganhar títulos é claro que não seria tão Reconhecido, podemos comparar uma situações diversas, é como se viver com uma mulher e não dizer que ela é bonita, mas felizmente a história não é essa e ele provou seu valor em todos os anos que passou no São Paulo.

Não esqueça: "Todos tem goleiros, mas só nós temos Rogério Ceni".

Não gosto e nem sou jogador de idolatrar e isso não é diferente com ele, apenas muda nenhum fato dele Respeitar o torcedor, então devemos um respeito maior com ele. Tenho certeza que ele saberá sua hora de parar.

Entre no meu blog para falarmos mais do nosso Tricolor.
http://botecodolosk.wordpress.com

Abraços ...
Felipe

Anônimo disse...

Venho borrifar no blog,pq um post por semana é muito pouco.E a qualidade das borrifadas,me desculpem a sinceridade,está cada vez menor,e alguns posts estão superficiais.Sem mais,um grande admirador do trabalho de voces.

Postar um comentário