right_side

Seguidores

Mais borrifados

hipocrisia (26) Mallu Magalhães (24) brasil (15) São Paulo (13) futebol (11) globo (11) música (8) política (8) PT (6) Rede Globo (6) Rodolover (6) lula (6) malandragem (6) Olimpíadas (5) Rodolover posta aí (5) SPFC (5) corinthians (5) trânsito (5) Abercrombie and Fitch (4) Rodolover o borrifador turista (4) Subcelebridade (4) arte (4) brasileiros (4) che guevara (4) chico buarque (4) cult (4) educação (4) juventude (4) modismo (4) movimento homossexual (4) obama (4) politicamente correto (4) rodolover sumiu daqui (4) rodoponey vo te dar uma porrada (4) 3d (3) Big Brother Brasil (3) MTV (3) Rio de Janeiro (3) Rodolover Agora é espanhol? (3) Rodolover some daqui (3) Toca Raul (3) balada (3) bbb (3) borrifada (3) borrifadinhas (3) brasileiro (3) carnaval (3) cinema (3) esquerdistas (3) gosto música (3) grandes eventos (3) leis (3) los hermanos (3) marketing (3) modinha (3) paulista (3) rodolover to postando (3) rodoponoy some daqui (3) romário (3) shopping (3) sustentabilidade (3) Amy Winehouse (2) Anti-social (2) Dilma (2) Direita (2) Eleições 2014 (2) Esquerda (2) Exército (2) Formula 1 (2) Gloria do Desporto Nacional (2) Inclusão digital (2) Indy (2) MPB (2) Mallu Magalhaes (2) Metallica (2) Michael Jackson (2) Muricy Ramalho (2) Mussum (2) Natal (2) Nelson Piquet (2) NxZero (2) ONGs (2) Olimpíadas 2016 (2) Pink Floyd (2) Politcos (2) Rico (2) Rio (2) Rock (2) Rododrunk (2) Rodolover vai pra Espanha virar Pederasta? (2) Rogério Ceni (2) Rubinho (2) São Paulo FC (2) academia (2) amor (2) ano novo (2) backstreet boys (2) big brother (2) blog (2) bolados de rave (2) burocracia (2) caetano veloso (2) chatice (2) corrupção (2) crise (2) críticos (2) democracia (2) dinâmica de grupo (2) espero que o São Paulo se recupere no Brasileiro (2) essência (2) facebook (2) falsidade (2) força sindical (2) férias (2) gaúcho (2) geração (2) globo.com (2) gordas (2) jazz (2) jeitinho (2) jovens (2) justiça (2) malandros (2) medo (2) mentira (2) moda (2) morumbi (2) mulheres feias (2) mulheres frescas (2) musica ruim (2) naturebas (2) nova geração (2) novela (2) orkut (2) palmeiras (2) periferia (2) playba (2) populismo (2) povo (2) proibição (2) protestos (2) rolezinhos (2) rádio (2) samba (2) sertanejo (2) tecnologia (2) trabalho (2) turismo (2) wwf (2) Ética (2) índia (2) #VaiTerCopa (1) 1000 (1) 17 e mais (1) 2013 (1) 2014 (1) 3G (1) 500 (1) Aquecimento Global (1) Astro (1) Banda Gloria (1) Barrichello (1) Belo Horizonte (1) Beyoncé (1) Billy (1) Black Dog (1) Bohemian Rhapsody (1) Bono vox (1) Brawn GP (1) Brazil (1) Britiain's got talent (1) Bronze (1) CUT (1) Cacildis (1) Camargo Correa (1) Canadá (1) Cansei de Ser Sexy (1) Charlie Brown Jr. (1) Clodovil (1) Clássico (1) Coca-cola (1) Colírios da Capricho (1) Conspiração (1) Copa do Mundo 2014 (1) Daiane dos Santos (1) David after dentist (1) Debate Bola (1) Demônios da Garoa (1) Desenho (1) Desorganização (1) Detroit Rock City (1) Diego Hipólyto (1) Diogo Mainardi (1) Diáspora Romana (1) Dona Zuleica é o nome da Mãe do Popó (1) Doug Funnie (1) Doug Funnie bixa (1) ENADE (1) El Salvador (1) Engenhão (1) Estados Unidos (1) Exclusão social (1) Fake (1) Felipe Massa (1) Folha Online (1) Fora Sarney (1) França (1) Fresno (1) Galvão Bueno (1) Gene Simmons (1) Gilberto Gil (1) Gostosas da Globo dão a bunda sem pudor (1) Grunge (1) Heavy Metal (1) Hermes e Renato (1) Holanda (1) Inglaterra (1) JK iguatemi (1) Jacarés (1) Jack Johnson (1) Jean Willys (1) Jennifer Aniston (1) Jeremias (1) Jesus Luz (1) John Mayer (1) Jon Lord (1) Juca Ferreira (1) Justin Bieber (1) Keisha (1) Kiss (1) Kurt Cobain (1) Lei Rouanet (1) Lei Seca (1) Licitações (1) Linhares (1) Lobão (1) Locaweb (1) Lotus (1) Luciano Huck (1) Luiz Felipe Pondé (1) MS-DOS (1) MSN (1) Madonna (1) Mais Médicos (1) Mamonas Assassinas (1) Manaus (1) Marcos (1) Meio-ambiente (1) Merda (1) Mestre Tele (1) Mexicanos são feios (1) Michael Moore (1) Michel Teló (1) Movimento Passe Livre (1) Mudhoney (1) Museum (1) Myspace (1) Nacionalismo (1) Nana Gouvêa (1) Nelson Priquet (1) Nevermind (1) Nirvana (1) O talentoso Ripley (1) PSOL (1) Pacha (1) Pan 2007 (1) Parabéns Lorena (1) Parangolé (1) Paris (1) Paul Stanley (1) Pearl Jam (1) Pedro Bial (1) Perua (1) Políca Federal (1) Putaria (1) Pânico na TV (1) Quadrinhos (1) Rebolation (1) Rei do Pop (1) Ricardo Gomes (1) Rock Progressivo (1) Rodolover sai pra lá (1) Rodolover vai embora (1) Rodolover voltando (1) Rodolover volte a escrever! (1) Rodonasty e as russas (1) Rogério (1) Ronaldinho Gaúcho (1) Ronaldo (1) Rubinho Barrichelle (1) SUS (1) SWU (1) Selton Mello (1) Show me your genitals (1) Sicko (1) Simonal (1) Sintetizador (1) Snack Culture (1) Susan Boyle (1) TI (1) Tempo (1) Tenho amigos putanheiros (1) Tupiniquim (1) Twitter (1) Uniban (1) Urso polar (1) Usain Bolt (1) VMB (1) Vice (1) Victor Fasano (1) Virada Cultura (1) Wikipedia (1) World Cup (1) Xuxa (1) YouTube (1) Zeca Camargo (1) aba reta (1) acessibilidade (1) administradores (1) aeroporto (1) agência (1) alcool (1) animais (1) aniversário (1) ansiedade (1) aperto (1) artistas subestimados (1) asas (1) avião (1) bacon (1) banalização (1) bananas (1) bang (1) bebado (1) bebês (1) bla (1) blasé (1) blogueiros (1) bob marley (1) bolsa família (1) bolívia (1) borrifada maluca (1) borrifador ausente (1) borrifadores (1) borrifando (1) botafogo (1) branding (1) brega (1) briguinha (1) buffet (1) cantoras (1) caos (1) capitalismo (1) capitão nascimento (1) carioca (1) carro (1) carroceiros (1) casper (1) celebridades (1) chilli beans (1) chocolover (1) cigarro (1) classe (1) clichês (1) coca (1) coldplay (1) coletividade (1) combie (1) comunicação (1) condescendência (1) contigo (1) contradição (1) copa do mundo (1) cotidiano (1) crianças (1) crítica (1) culpados (1) death magnetic (1) deputado (1) desenvolvimento sustentável (1) diego alemão (1) dinheiro (1) dionisio (1) direitos (1) discos voadores (1) discurso vazio (1) dislexia (1) divulgação (1) drogas (1) eco 92 (1) ecochato (1) edmundo (1) egoísmo (1) elite (1) emburrece (1) emissora (1) emos (1) empregada (1) entretenimento (1) espetáculo (1) espm (1) estilista (1) estética (1) evo (1) exposição (1) extremismo (1) faap (1) fabio porchat (1) falta de classe (1) falta de paciência (1) favela (1) figurinhas (1) fim de ano (1) flamengo (1) flanelinhas (1) fluminense (1) formaturas (1) frase do Senna (1) funk (1) futebol americano (1) gal costa (1) games (1) gay (1) geeks (1) geleiras (1) google (1) grafite (1) greenpeace (1) gringos (1) gugu (1) gv (1) healthcare (1) helloween (1) hipsters (1) história (1) homer (1) homofobia (1) honda (1) humor (1) hype (1) id (1) igualdade (1) impunidade (1) incentivo fiscal (1) incompetência (1) individuaismo (1) industria fonográfica (1) informação (1) injustiça social (1) inovação tecnológica (1) internet (1) iron maiden (1) irresponsabilidade (1) irritação (1) joel (1) jon e kate + 8 (1) jovem pan (1) juliana paes (1) juscelino (1) katilce (1) king curtis (1) leci brandão (1) legado (1) lemmy (1) lepo lepo (1) liberdade de expressão (1) limitação mental (1) lindos são os passarinhos (1) live 8 (1) live aid (1) livros da fuvest (1) logos (1) loiras (1) loudness war (1) lula vieira (1) luxemburgo (1) mackenzie (1) macunaíma (1) maioria (1) mal humor (1) manifestações (1) marcelo dourado (1) marcelo tas (1) marimoon (1) mau humor (1) maus politicos (1) maísa (1) meirelles (1) melhor do Brasil é o brasileiro (1) melhores posts (1) mesmice (1) metrô (1) mondo entretenimento (1) monty phyton (1) morre (1) motorhead (1) mudar (1) musculação (1) musica boa (1) mãozinha (1) nardoni (1) natural step (1) neo-liberalismo (1) nerds (1) netinho (1) nostalgia (1) nyt (1) pablo (1) padrão de beleza (1) pais bundões (1) palhaçada (1) panda (1) paris hilton (1) patriotismo (1) paulistas (1) pc do b (1) pelé (1) pena sentimento pior (1) pessoas efusivas (1) phil barros (1) pobreza (1) poesia (1) polícia (1) ponte estaiada (1) português (1) posers (1) preconceito (1) premiação (1) promessas (1) protesto (1) psirico (1) publicidade (1) puc (1) punheta (1) qualidade (1) rabo (1) racismo (1) radiohead (1) reality show (1) record (1) red bull (1) reformulação (1) reggae (1) relacionamento (1) religiao (1) religião (1) repórteres folgados (1) respeito (1) rivalidade (1) robei o dia de alguém porque eu devia ter postado ontem (1) roberts (1) rodízio (1) roupas (1) ruas (1) saco (1) santa (1) sassaricar (1) saúde (1) selos (1) sem partido (1) semana (1) senso de humor (1) sentimentos (1) separatismo (1) serginho groisman (1) sexo oral (1) shows (1) silêncio (1) sistema de saúde (1) some daqui. (1) sos mata atlântica (1) status (1) stress (1) subúrbio (1) sucesso (1) sujeira (1) super legais (1) surf (1) telemarketing (1) torcida (1) track and field (1) transporte público (1) troca (1) tropa de elite (1) truculência (1) tráfico (1) universidades (1) vagabunda (1) vasco (1) velocidade (1) venda de CDs (1) verdade absoluta (1) vida (1) vinhos (1) violência (1) vôo (1) war (1) whatsapp (1) workshop (1) xixi no banho (1) zanola (1)

domingo, 9 de agosto de 2009

The king is not THAT dead.


Michael Jackson morreu. E morreu faz mais de um mês. Fiquei impressionado primeiramente com a rapidez que ele morreu. Foi realmente do nada. Tipo, eu estava ouvindo rádio e de repente quando chego em casa, está lá o William Bonner com seu cabelo bicolor anunciando a morte do ídolo que também foi bicolor.
Também fiquei impressionado como muitas pessoas simplesmente nunca se deram conta de quanto o rapaz foi importante para a música. Nos dias seguintes, não só eu como todos, fomos testemunhas de uma verdadeira “descoberta” de algo que já existia há mais de 20, 25 anos. Após uma parada cardíaca fomos postos diante de uma série de hits e genialidade.

O fato é que muita gente só percebeu isso tarde demais. O que é muito estranho e comprova a grande tese de que todo mundo que morre vira santinho. Há 6 meses, Michael Jackson não passava, para a maioria dos seres humanos, de um cara irreconhecível, bizarro e que não tinha nariz. Um fudedor de criancinhas e uma pessoa altamente desequilibrada. Após a morte do astro, o pedófilo voltou, estranhamente, a ser o Rei do Pop.
De uma hora para outra esquecemos das criancinhas e lembramos do grande legado musical.

A verdade mesmo é muito mais obscura, meus caros. A morte de Michael Jackson, na verdade, estava arquitetada há mais de 20 anos. O problema é que a mídia e todos os meios de comunicação foram manipulados para vocês crerem que ele, de fato, bateu as botas. É tudo uma grande conspiração, uma grande mentira. São grandes caluniadores. Mentirosos. Safados. Faltam com a verdade. Falam inverdades. Mentem. É um caso parecido com o do homem ter pisado na lua. Na verdade foi também uma grande conspiração para vocês crerem que os americanos são hypes e gloriosos.

Voltando, Michael Jackson está vivo e dando muita risada desde que deram ele como morto. E, sem dúvidas, ganhando uma grande grana preta de todos nós, tolos. Como? Simples.

Em 1988, cansado com a excessiva mídia em cima dele, o ídolo tomou uma decisão vital e importante: Queria sair de cena, mas sem tragédias ou fim repentino. Queria que tudo isso fosse feito de forma gradual e lenta.
Após várias reuniões com craques do marketing como Philip Kotler, Steve Jobs e Paul Grandson, este último atual empresário do goleiro Doni, chegaram a um plano extremamente arrojado e arriscado, que constituía em “queimar” a imagem de Michael Jackson aos poucos.
Primeiramente, para deixar o verdadeiro Michael Jackson de férias permanente, inventaram que ele tinha uma “doença” misteriosa. Desta maneira poderiam trocar o Michael Jackson original, por um muito parecido, porém com a cútis branca. Contrataram um rapaz chamado Javier Gustamante, um salvadorenho de San Salvador que vivia ilegalmente nos EUA. Ganhava a vida até 1988 imitando Michael Jackson de maneira irretocável. Porém o fato de ter a cútis clara dificultava vôos maiores.
Ele foi o alicerce de toda a conspiração. A partir de 1989, o Michael Jackson original, negro, embarcou para Aruba, onde construiu uma grande mansão. Até hoje ele mora por lá e vive normalmente pela região sem ser pertubado, gastando em viagens e bacanais o dinheiro acumulado pela carreira e vida.

Javier Gustamante assinou contrato com Michael Jackson para representá-lo por 20 anos. Durante este período ele teria que continuar a carreira de Michael Jackson e, aos poucos, ir manchando-a para finalmente o mundo esquecer do Rei do Pop.

Era a única estratégia que daria certo. Uma morte irreal do ídolo nos anos 80 seria doloroso demais para os fãs. Seria uma sensação parecida com o que nós, brasileiros, passamos com a morte do inesquecível Ayrton Senna. Esta, infelizmente, muito real.Michael tinha a convicção de que a dor que causaria nos fãs seria muito grande. A comoção seria enorme. Ele, como grande ídolo e pessoa, respeitava os fãs. Então queria que a saída da mídia fosse, como dito, de maneira gradual.
Desde 1989, Javier representava um personagem sombrio, obscuro e imaturo. Era necessário para que o mundo esquecesse de Michael. O salvadorenho encarnou o papel de maneira brilhante. Tão brilhante que a partir de 1995, o falso Rei começou, de fato, a ficar perturbado. Abusava de medicamentos, foi muito longe com plásticas no nariz e o que era para ser um vínculo contratual, virou uma obsessão pessoal.
O contrato falava em plásticas, comportamento questionável e muita bizarrice. Porém todo o lance com as crianças não estava no plano. O que deixou o Michael original extremamente chateado e frustrado. Isso afetou tanto a relação que em 2005 o contrato quase foi rescindido, apenas não chegou às vias de fato porque o plano já tinha quase 16 anos de sucesso. No mesmo ano, o salvadorenho foi internado em estado grave por abuso de medicamentos.

Em 2009, acabava o contrato de Javier com Michael Jackson e o plano de 20 anos atrás falava em uma volta gloriosa e glamurosa do verdadeiro Rei do Pop. Todavia ninguém preveu que exatamente neste período Javier Gustamante morreria devido ao seu comportamento e vida pouco ortodoxos. Michael Jackson original ficou extremamente abalado, pois a morte de seu fraudador significava a morte também dele.
Neste momento, quase dois meses após a morte do Rei, Philip Kotler, Steve Jobs, Paul Grandson e Cristiano Ronaldo, grande marqueteiro português e também homossexual como Michael, arquitetam um plano B.
Ninguém sabe se o Rei volta ou não. Porém a maior conspiração da história da música em todos os tempos é acobertada pela mídia e muito dificilmente virá a público. Muito foi gasto com este acordo com a mídia e este fato quase levou Jackson à falência. Na época se falava em perda de grande quantidade de dinheiro devido à maluquice de Michael. Mentira. E neste quesito a “morte” do ídolo veio bem a calhar. O dinheiro estava acabando.
Estou orgulhoso deste blog ser o primeiro na história a divulgar esta grande trama em primeira mão. É um absurdo que Globo, CNN, Heuters, BBC, MTV ,Canal 1 e TV Senado não falem nada a respeito. Apenas escrevo isto porque tenho respeito aos fãs que choram. E também porque não tenho rabo preso com ninguém.
Aqui é o Borrifando, totalmente livre de acordos ou propinas.

Então, da próxima vez que vocês ouvirem falar de Michael Jackson, questione. Ligue os fatos. Pense. Raciocine. E, com certeza, vocês verão que estamos corretos.
Espero não ser perseguido por falar a verdade. Se eu for, espero a ajuda de vocês, leitores.
The King is not that dead.

Abçs,
Petrescu
Ps. Querida Penélope Nova, se vc estiver lendo este texto, espero que você tenha sido tocada com a verdade. Esperamos que MTV finalmente tome vergonha na cara (no estilo Caetano Veloso no VMB!) e abra a verdade, exposta neste texto, aos fãs!

4 Comentários:

Anônimo disse...

Muito bom!

Rodolfus disse...

cara consegui ler o seu texto só agora...excelente

THAÌS PEÇANHA disse...

NUNCA VI TANTA BOBEIRA JUNTO, PELO AMOR DE DEUS TENHA O MÍNIMO DE RESPEITO A MORTE DE UM SER HUMANO QUE TANTO FEZ POR ESSE MUNDO,FÁCIL É LEMBRAR DO MAL QUE SUPOSTAMENTE DIZEM QUE ELE FEZ AS CRIANÇAS, CRIANÇAS ESSAS QUE ELE TANTO AMAVA, DIFICÍL É LEMBRAR TUDO O QUE ELE FEZ POR ELAS DESDE CONPANHAS MUNDIAS A SIMPLES PASSEIOS DIVERDTIDO EM NEVERLAND.
FORAM PIADINHAS COMO ESSAS QUE POUCO A POUCO FORAM TIRANDO A VIDA DO ASTRO MAIS EXCÊNTRICO E GENIAL QUE O MUNDO JÁ CONHECEU QUEM DIZ ISSO NÃO SOU APENAS EU, MAIS SIM O MUNDO TODO QUE CHOROU COPIOSAMENTE AO RECEBER A NOTICÍA DO ENTÃO FALENCIMENTO DE MJ, ENTÃO POR FAVOR ANTES DE POSTAR QUALQUER COISA OU MESMO FALAR PENSE SE JÁ NÃO FOI DEMAIS O QUE LHE FIZERAM EM VIDA DEIXE ELE DESCANSAR EM PAZ,OK?
(E REFERENTE AOS POSTS A CIMAA NUNCA É NEM MUITO BOM MUITO MENOS EXCELENTE RIR DA DESGRAÇA MUITO MENOS DA MORTE DE NINGUÉM)

Diogo Petrescu disse...

Há pessoas que não conseguem mesmo entender o contexto de alguns textos...

Thais... Queira ir dar a volta na esquina.

Abçs,

Postar um comentário