right_side

Seguidores

Mais borrifados

hipocrisia (26) Mallu Magalhães (24) brasil (15) São Paulo (13) futebol (11) globo (11) música (8) política (8) PT (6) Rede Globo (6) Rodolover (6) lula (6) malandragem (6) Olimpíadas (5) Rodolover posta aí (5) SPFC (5) corinthians (5) trânsito (5) Abercrombie and Fitch (4) Rodolover o borrifador turista (4) Subcelebridade (4) arte (4) brasileiros (4) che guevara (4) chico buarque (4) cult (4) educação (4) juventude (4) modismo (4) movimento homossexual (4) obama (4) politicamente correto (4) rodolover sumiu daqui (4) rodoponey vo te dar uma porrada (4) 3d (3) Big Brother Brasil (3) MTV (3) Rio de Janeiro (3) Rodolover Agora é espanhol? (3) Rodolover some daqui (3) Toca Raul (3) balada (3) bbb (3) borrifada (3) borrifadinhas (3) brasileiro (3) carnaval (3) cinema (3) esquerdistas (3) gosto música (3) grandes eventos (3) leis (3) los hermanos (3) marketing (3) modinha (3) paulista (3) rodolover to postando (3) rodoponoy some daqui (3) romário (3) shopping (3) sustentabilidade (3) Amy Winehouse (2) Anti-social (2) Dilma (2) Direita (2) Eleições 2014 (2) Esquerda (2) Exército (2) Formula 1 (2) Gloria do Desporto Nacional (2) Inclusão digital (2) Indy (2) MPB (2) Mallu Magalhaes (2) Metallica (2) Michael Jackson (2) Muricy Ramalho (2) Mussum (2) Natal (2) Nelson Piquet (2) NxZero (2) ONGs (2) Olimpíadas 2016 (2) Pink Floyd (2) Politcos (2) Rico (2) Rio (2) Rock (2) Rododrunk (2) Rodolover vai pra Espanha virar Pederasta? (2) Rogério Ceni (2) Rubinho (2) São Paulo FC (2) academia (2) amor (2) ano novo (2) backstreet boys (2) big brother (2) blog (2) bolados de rave (2) burocracia (2) caetano veloso (2) chatice (2) corrupção (2) crise (2) críticos (2) democracia (2) dinâmica de grupo (2) espero que o São Paulo se recupere no Brasileiro (2) essência (2) facebook (2) falsidade (2) força sindical (2) férias (2) gaúcho (2) geração (2) globo.com (2) gordas (2) jazz (2) jeitinho (2) jovens (2) justiça (2) malandros (2) medo (2) mentira (2) moda (2) morumbi (2) mulheres feias (2) mulheres frescas (2) musica ruim (2) naturebas (2) nova geração (2) novela (2) orkut (2) palmeiras (2) periferia (2) playba (2) populismo (2) povo (2) proibição (2) protestos (2) rolezinhos (2) rádio (2) samba (2) sertanejo (2) tecnologia (2) trabalho (2) turismo (2) wwf (2) Ética (2) índia (2) #VaiTerCopa (1) 1000 (1) 17 e mais (1) 2013 (1) 2014 (1) 3G (1) 500 (1) Aquecimento Global (1) Astro (1) Banda Gloria (1) Barrichello (1) Belo Horizonte (1) Beyoncé (1) Billy (1) Black Dog (1) Bohemian Rhapsody (1) Bono vox (1) Brawn GP (1) Brazil (1) Britiain's got talent (1) Bronze (1) CUT (1) Cacildis (1) Camargo Correa (1) Canadá (1) Cansei de Ser Sexy (1) Charlie Brown Jr. (1) Clodovil (1) Clássico (1) Coca-cola (1) Colírios da Capricho (1) Conspiração (1) Copa do Mundo 2014 (1) Daiane dos Santos (1) David after dentist (1) Debate Bola (1) Demônios da Garoa (1) Desenho (1) Desorganização (1) Detroit Rock City (1) Diego Hipólyto (1) Diogo Mainardi (1) Diáspora Romana (1) Dona Zuleica é o nome da Mãe do Popó (1) Doug Funnie (1) Doug Funnie bixa (1) ENADE (1) El Salvador (1) Engenhão (1) Estados Unidos (1) Exclusão social (1) Fake (1) Felipe Massa (1) Folha Online (1) Fora Sarney (1) França (1) Fresno (1) Galvão Bueno (1) Gene Simmons (1) Gilberto Gil (1) Gostosas da Globo dão a bunda sem pudor (1) Grunge (1) Heavy Metal (1) Hermes e Renato (1) Holanda (1) Inglaterra (1) JK iguatemi (1) Jacarés (1) Jack Johnson (1) Jean Willys (1) Jennifer Aniston (1) Jeremias (1) Jesus Luz (1) John Mayer (1) Jon Lord (1) Juca Ferreira (1) Justin Bieber (1) Keisha (1) Kiss (1) Kurt Cobain (1) Lei Rouanet (1) Lei Seca (1) Licitações (1) Linhares (1) Lobão (1) Locaweb (1) Lotus (1) Luciano Huck (1) Luiz Felipe Pondé (1) MS-DOS (1) MSN (1) Madonna (1) Mais Médicos (1) Mamonas Assassinas (1) Manaus (1) Marcos (1) Meio-ambiente (1) Merda (1) Mestre Tele (1) Mexicanos são feios (1) Michael Moore (1) Michel Teló (1) Movimento Passe Livre (1) Mudhoney (1) Museum (1) Myspace (1) Nacionalismo (1) Nana Gouvêa (1) Nelson Priquet (1) Nevermind (1) Nirvana (1) O talentoso Ripley (1) PSOL (1) Pacha (1) Pan 2007 (1) Parabéns Lorena (1) Parangolé (1) Paris (1) Paul Stanley (1) Pearl Jam (1) Pedro Bial (1) Perua (1) Políca Federal (1) Putaria (1) Pânico na TV (1) Quadrinhos (1) Rebolation (1) Rei do Pop (1) Ricardo Gomes (1) Rock Progressivo (1) Rodolover sai pra lá (1) Rodolover vai embora (1) Rodolover voltando (1) Rodolover volte a escrever! (1) Rodonasty e as russas (1) Rogério (1) Ronaldinho Gaúcho (1) Ronaldo (1) Rubinho Barrichelle (1) SUS (1) SWU (1) Selton Mello (1) Show me your genitals (1) Sicko (1) Simonal (1) Sintetizador (1) Snack Culture (1) Susan Boyle (1) TI (1) Tempo (1) Tenho amigos putanheiros (1) Tupiniquim (1) Twitter (1) Uniban (1) Urso polar (1) Usain Bolt (1) VMB (1) Vice (1) Victor Fasano (1) Virada Cultura (1) Wikipedia (1) World Cup (1) Xuxa (1) YouTube (1) Zeca Camargo (1) aba reta (1) acessibilidade (1) administradores (1) aeroporto (1) agência (1) alcool (1) animais (1) aniversário (1) ansiedade (1) aperto (1) artistas subestimados (1) asas (1) avião (1) bacon (1) banalização (1) bananas (1) bang (1) bebado (1) bebês (1) bla (1) blasé (1) blogueiros (1) bob marley (1) bolsa família (1) bolívia (1) borrifada maluca (1) borrifador ausente (1) borrifadores (1) borrifando (1) botafogo (1) branding (1) brega (1) briguinha (1) buffet (1) cantoras (1) caos (1) capitalismo (1) capitão nascimento (1) carioca (1) carro (1) carroceiros (1) casper (1) celebridades (1) chilli beans (1) chocolover (1) cigarro (1) classe (1) clichês (1) coca (1) coldplay (1) coletividade (1) combie (1) comunicação (1) condescendência (1) contigo (1) contradição (1) copa do mundo (1) cotidiano (1) crianças (1) crítica (1) culpados (1) death magnetic (1) deputado (1) desenvolvimento sustentável (1) diego alemão (1) dinheiro (1) dionisio (1) direitos (1) discos voadores (1) discurso vazio (1) dislexia (1) divulgação (1) drogas (1) eco 92 (1) ecochato (1) edmundo (1) egoísmo (1) elite (1) emburrece (1) emissora (1) emos (1) empregada (1) entretenimento (1) espetáculo (1) espm (1) estilista (1) estética (1) evo (1) exposição (1) extremismo (1) faap (1) fabio porchat (1) falta de classe (1) falta de paciência (1) favela (1) figurinhas (1) fim de ano (1) flamengo (1) flanelinhas (1) fluminense (1) formaturas (1) frase do Senna (1) funk (1) futebol americano (1) gal costa (1) games (1) gay (1) geeks (1) geleiras (1) google (1) grafite (1) greenpeace (1) gringos (1) gugu (1) gv (1) healthcare (1) helloween (1) hipsters (1) história (1) homer (1) homofobia (1) honda (1) humor (1) hype (1) id (1) igualdade (1) impunidade (1) incentivo fiscal (1) incompetência (1) individuaismo (1) industria fonográfica (1) informação (1) injustiça social (1) inovação tecnológica (1) internet (1) iron maiden (1) irresponsabilidade (1) irritação (1) joel (1) jon e kate + 8 (1) jovem pan (1) juliana paes (1) juscelino (1) katilce (1) king curtis (1) leci brandão (1) legado (1) lemmy (1) lepo lepo (1) liberdade de expressão (1) limitação mental (1) lindos são os passarinhos (1) live 8 (1) live aid (1) livros da fuvest (1) logos (1) loiras (1) loudness war (1) lula vieira (1) luxemburgo (1) mackenzie (1) macunaíma (1) maioria (1) mal humor (1) manifestações (1) marcelo dourado (1) marcelo tas (1) marimoon (1) mau humor (1) maus politicos (1) maísa (1) meirelles (1) melhor do Brasil é o brasileiro (1) melhores posts (1) mesmice (1) metrô (1) mondo entretenimento (1) monty phyton (1) morre (1) motorhead (1) mudar (1) musculação (1) musica boa (1) mãozinha (1) nardoni (1) natural step (1) neo-liberalismo (1) nerds (1) netinho (1) nostalgia (1) nyt (1) pablo (1) padrão de beleza (1) pais bundões (1) palhaçada (1) panda (1) paris hilton (1) patriotismo (1) paulistas (1) pc do b (1) pelé (1) pena sentimento pior (1) pessoas efusivas (1) phil barros (1) pobreza (1) poesia (1) polícia (1) ponte estaiada (1) português (1) posers (1) preconceito (1) premiação (1) promessas (1) protesto (1) psirico (1) publicidade (1) puc (1) punheta (1) qualidade (1) rabo (1) racismo (1) radiohead (1) reality show (1) record (1) red bull (1) reformulação (1) reggae (1) relacionamento (1) religiao (1) religião (1) repórteres folgados (1) respeito (1) rivalidade (1) robei o dia de alguém porque eu devia ter postado ontem (1) roberts (1) rodízio (1) roupas (1) ruas (1) saco (1) santa (1) sassaricar (1) saúde (1) selos (1) sem partido (1) semana (1) senso de humor (1) sentimentos (1) separatismo (1) serginho groisman (1) sexo oral (1) shows (1) silêncio (1) sistema de saúde (1) some daqui. (1) sos mata atlântica (1) status (1) stress (1) subúrbio (1) sucesso (1) sujeira (1) super legais (1) surf (1) telemarketing (1) torcida (1) track and field (1) transporte público (1) troca (1) tropa de elite (1) truculência (1) tráfico (1) universidades (1) vagabunda (1) vasco (1) velocidade (1) venda de CDs (1) verdade absoluta (1) vida (1) vinhos (1) violência (1) vôo (1) war (1) whatsapp (1) workshop (1) xixi no banho (1) zanola (1)

domingo, 2 de agosto de 2009

Mais que uma borrifada, um espirro!


Hoje é domingo, com texto de leitores.


Mais uma vez temos a participação de Felipe Zanola, grande colega dos borrifadores.


Bom final de semana a todos.


"Já faz algumas semanas que estou em campanha contra mídia e a sociedade. Talvez minha campanha seja um pouco impopular, afinal defendo quem mata e gera sofrimento: a Gripe A. Antes de atirarem os tomates e começarem as vaias peço apenas que ouçam meus argumentos, por mais absurdos que pareçam ser.

Por que me ouvir?
1. Trabalho em um laboratório farmacêutico, onde o tema é diariamente discutido por infectologistas, médicos, farmacêuticos e outras partes interessadas em fornecer curas para a doença.
2. Sou um amante dos humanos, ou seja, quero a evolução da espécie e não o seu fim.
3. Por último, mas não menos importante: eu peguei a Gripe A, portanto, sei exatamente quais são suas conseqüências.

Antes que o pânico se instaure ressalto que não estou escrevendo do inferno e que a comunicação via computadores é segura.

Um breve histórico de fatos
No dia 27 de março de 2009 recebemos a notícia de que um novo tipo de vírus havia matado uma criança no interior do México. Um porco foi apontado como o agente transmissor e recombinante desse novo tipo de vírus, batizando a doença de Gripe Suína. Em menos de um mês a Gripe Suína se espalhou rápido e matou 22 pessoas e atingiu aproximadamente 1600 no México, Estados Unidos e Canadá. A partir daí um verdadeiro surto se instaurou no mundo, um surto de desinformação e sensacionalismo.

Jornais, revistas e sites criaram infográficos e placares eletrônicos atualizados minuto a minuto para acompanhar “os suspeitos”, “os novos casos confirmados” e “os mortos” pela “Nova Gripe”. Além disso a OMS divulgava relatórios imensos justificando porque a “Influenza A” ainda era considerada uma doença infecciosa nível 3 e não 4. Enfim durante um bom tempo eu fiquei sabendo mais dos números da “Gripe A” do que os números do Brasileirão. A gripe de fato se disseminou rápido: TVs, rádios, jornais, revistas, sites, blogs, redes sociais, nas empresas, conversas de bares e qualquer outro lugar. Todos expressando opiniões e previsões de especialistas em “Gripe X”.

A gripe me pegou

Desde o começo eu fui bastante cético em relação ao tema. As pessoas me alertavam sobre a gripe espanhola que matou milhões de pessoas ao redor do mundo e eu dizia que se tivesse que morrer assim seria. Só não esperava ter que manter a minha palavra. Há cerca de 3 semanas atrás minha irmã voltou da Argentina e eu fui almoçar com ela. Não sei se por ironia do destino ou uma simples coincidência eu comecei a sentir umas dores no corpo, sonolência e moleza, nada muito diferente do convencional. Achei que tinha trabalhado demais e precisava descansar. Até que minha garganta inflamou, as tosses ficaram fortes e a febre me esquentou.

Felizmente faço parte de uma privilegiada parcela da população que tem acesso a bons planos de saúde que cobrem qualquer tipo de tratamento e hospital. Pago caro e portanto exijo o melhor. Não tive dúvidas, corri para o Pronto-Socorro do Hospital Sírio Libanês. Entro na recepção e uma fila quilométrica apenas para retirar a senha. Não tive dúvidas, corri para o Pronto-Socorro do Hospital Israelita Albert Einstein. Entro na recepção e uma fila quilométrica apenas para retirar a senha. (copiei e colei pois a situação era a mesma). Não tive dúvidas, fiquei esperando! Esperei três horas no hospital de maior referência do país para ser atendido. E confesso que a espera me fez repensar os meus conceitos. E se eu estivesse com a tal gripe? E se a minha vida estivesse próxima do fim?

Entrei para ser atendido e o médico realizou alguns exames que confirmaram a nova gripe no meu corpo. Pensei que sairia do hospital em um helicóptero, para a quarentena e que os jornais me procurariam para dar entrevistas e etc. A recomendação do médico foi bem simples: vá para casa e evite contatos com pessoas idosas e grávidas. Durma por três dias e tome este xarope e dipirona para aliviar a febre. Duvidei profundamente de todo sistema educacional do país e também do sistema particular de saúde. Estou com a nova gripe e o Doutor pede para que eu tome Anador? Em que mundo está vivendo? Ele está maluco?

Confesso que fiquei bastante revoltado com o diagnóstico, mas resolvi seguir as recomendações médicas. Foram 3 dias horríveis isolado no meu apartamento, comendo mal, dormindo mal e com dores no corpo todo. Durante esse dias li matérias e artigos intermináveis sobre a gripe e como curá-la. Ao final do 4 dia eu já estava me sentindo bem melhor e cheguei a uma conclusão: a Gripe A não é tão ruim quanto parece.

A ficha caiu!

Depois de toda essa experiência percebi o que esse surto de desinformação e pânico está causando no mundo. Milhares de viagens canceladas e prejuízos para companhias aéreas, redes hoteleiras e indústria do turismo como um todo. Recomendações bizarras como lavar as mãos toda vez que cumprimentar alguém ou evitar ir a locais com grandes aglomerações de pessoas. O Ministério da Educação recomendou o adiamento do retorno de férias escolares e por que o Ministério da Cultura não proibiu as exibições de cinema? Afinal para onde vão as crianças que não estiverem na escola?

Mas o pior de todos os efeitos acontece no sistema de saúde. Imagine que cada pessoa que espirra ou dê uma tossidinha corra para o hospital com medo de estar infectado pela nova gripe. Pense no impacto que isso deve ter. Pronto socorros que já vivem lotados e não atendem a situações mais graves estão tendo que receber pessoas apavoradas por simplesmente espirrar. Sejamos pragmáticos. A “Gripe A, suína, Influenza, o qualquer outro nome” é tão letal quanto uma gripe convencional. “Ahhh, mas tem gente que morre.” Sim, quem morre são aquelas pessoas que fazem parte de um grupo de risco e poderiam morrer por qualquer outra coisa. A única diferença é que a OMS decidiu monitorar esses casos, coisa que não faz com outros tipos de doenças. Falo da pele de quem já esteve com ela. A Gripe A não é tão ruim quanto parece. Troque de canal quando começarem aquelas matérias sobre o número de infectados, mortos e etc. É uma ótima forma de combater esse sensacionalismo. Vamos incentivar coisas positivas como a Lei Antifumo que salvará vidas e economizará um dinheirão em gastos com doenças respiratórias. Por isso da próxima vez que você espirrar e perguntarem se é gripe A, responda que essa foi na mês passada, desta vez é gripe B mesmo.

Ps: Releia este post daqui um ano e veja como ele faz sentido. Ainda estaremos todos vivos. "

1 Comentário:

Shisuii disse...

Realmente, é o que tenho falado pras pessoas aqui em londrina, A influeza A nada mais é que uma invenção dos americanos pra por medo neles mesmos, e no resto do mundo, já que o molde da imprensa deles e copiado em quase toda a parte do mundo...

Tem um video legal circulando pelo youtube feito por mexicanos, que atentam a questão dos fabricantes do remédio que está sendo usado,o Tamiflu... vale a pena conferir...

Eu rio muito desse país, sério.

Postar um comentário