right_side

Seguidores

Mais borrifados

hipocrisia (26) Mallu Magalhães (24) brasil (15) São Paulo (13) futebol (11) globo (11) música (8) política (8) PT (6) Rede Globo (6) Rodolover (6) lula (6) malandragem (6) Olimpíadas (5) Rodolover posta aí (5) SPFC (5) corinthians (5) trânsito (5) Abercrombie and Fitch (4) Rodolover o borrifador turista (4) Subcelebridade (4) arte (4) brasileiros (4) che guevara (4) chico buarque (4) cult (4) educação (4) juventude (4) modismo (4) movimento homossexual (4) obama (4) politicamente correto (4) rodolover sumiu daqui (4) rodoponey vo te dar uma porrada (4) 3d (3) Big Brother Brasil (3) MTV (3) Rio de Janeiro (3) Rodolover Agora é espanhol? (3) Rodolover some daqui (3) Toca Raul (3) balada (3) bbb (3) borrifada (3) borrifadinhas (3) brasileiro (3) carnaval (3) cinema (3) esquerdistas (3) gosto música (3) grandes eventos (3) leis (3) los hermanos (3) marketing (3) modinha (3) paulista (3) rodolover to postando (3) rodoponoy some daqui (3) romário (3) shopping (3) sustentabilidade (3) Amy Winehouse (2) Anti-social (2) Dilma (2) Direita (2) Eleições 2014 (2) Esquerda (2) Exército (2) Formula 1 (2) Gloria do Desporto Nacional (2) Inclusão digital (2) Indy (2) MPB (2) Mallu Magalhaes (2) Metallica (2) Michael Jackson (2) Muricy Ramalho (2) Mussum (2) Natal (2) Nelson Piquet (2) NxZero (2) ONGs (2) Olimpíadas 2016 (2) Pink Floyd (2) Politcos (2) Rico (2) Rio (2) Rock (2) Rododrunk (2) Rodolover vai pra Espanha virar Pederasta? (2) Rogério Ceni (2) Rubinho (2) São Paulo FC (2) academia (2) amor (2) ano novo (2) backstreet boys (2) big brother (2) blog (2) bolados de rave (2) burocracia (2) caetano veloso (2) chatice (2) corrupção (2) crise (2) críticos (2) democracia (2) dinâmica de grupo (2) espero que o São Paulo se recupere no Brasileiro (2) essência (2) facebook (2) falsidade (2) força sindical (2) férias (2) gaúcho (2) geração (2) globo.com (2) gordas (2) jazz (2) jeitinho (2) jovens (2) justiça (2) malandros (2) medo (2) mentira (2) moda (2) morumbi (2) mulheres feias (2) mulheres frescas (2) musica ruim (2) naturebas (2) nova geração (2) novela (2) orkut (2) palmeiras (2) periferia (2) playba (2) populismo (2) povo (2) proibição (2) protestos (2) rolezinhos (2) rádio (2) samba (2) sertanejo (2) tecnologia (2) trabalho (2) turismo (2) wwf (2) Ética (2) índia (2) #VaiTerCopa (1) 1000 (1) 17 e mais (1) 2013 (1) 2014 (1) 3G (1) 500 (1) Aquecimento Global (1) Astro (1) Banda Gloria (1) Barrichello (1) Belo Horizonte (1) Beyoncé (1) Billy (1) Black Dog (1) Bohemian Rhapsody (1) Bono vox (1) Brawn GP (1) Brazil (1) Britiain's got talent (1) Bronze (1) CUT (1) Cacildis (1) Camargo Correa (1) Canadá (1) Cansei de Ser Sexy (1) Charlie Brown Jr. (1) Clodovil (1) Clássico (1) Coca-cola (1) Colírios da Capricho (1) Conspiração (1) Copa do Mundo 2014 (1) Daiane dos Santos (1) David after dentist (1) Debate Bola (1) Demônios da Garoa (1) Desenho (1) Desorganização (1) Detroit Rock City (1) Diego Hipólyto (1) Diogo Mainardi (1) Diáspora Romana (1) Dona Zuleica é o nome da Mãe do Popó (1) Doug Funnie (1) Doug Funnie bixa (1) ENADE (1) El Salvador (1) Engenhão (1) Estados Unidos (1) Exclusão social (1) Fake (1) Felipe Massa (1) Folha Online (1) Fora Sarney (1) França (1) Fresno (1) Galvão Bueno (1) Gene Simmons (1) Gilberto Gil (1) Gostosas da Globo dão a bunda sem pudor (1) Grunge (1) Heavy Metal (1) Hermes e Renato (1) Holanda (1) Inglaterra (1) JK iguatemi (1) Jacarés (1) Jack Johnson (1) Jean Willys (1) Jennifer Aniston (1) Jeremias (1) Jesus Luz (1) John Mayer (1) Jon Lord (1) Juca Ferreira (1) Justin Bieber (1) Keisha (1) Kiss (1) Kurt Cobain (1) Lei Rouanet (1) Lei Seca (1) Licitações (1) Linhares (1) Lobão (1) Locaweb (1) Lotus (1) Luciano Huck (1) Luiz Felipe Pondé (1) MS-DOS (1) MSN (1) Madonna (1) Mais Médicos (1) Mamonas Assassinas (1) Manaus (1) Marcos (1) Meio-ambiente (1) Merda (1) Mestre Tele (1) Mexicanos são feios (1) Michael Moore (1) Michel Teló (1) Movimento Passe Livre (1) Mudhoney (1) Museum (1) Myspace (1) Nacionalismo (1) Nana Gouvêa (1) Nelson Priquet (1) Nevermind (1) Nirvana (1) O talentoso Ripley (1) PSOL (1) Pacha (1) Pan 2007 (1) Parabéns Lorena (1) Parangolé (1) Paris (1) Paul Stanley (1) Pearl Jam (1) Pedro Bial (1) Perua (1) Políca Federal (1) Putaria (1) Pânico na TV (1) Quadrinhos (1) Rebolation (1) Rei do Pop (1) Ricardo Gomes (1) Rock Progressivo (1) Rodolover sai pra lá (1) Rodolover vai embora (1) Rodolover voltando (1) Rodolover volte a escrever! (1) Rodonasty e as russas (1) Rogério (1) Ronaldinho Gaúcho (1) Ronaldo (1) Rubinho Barrichelle (1) SUS (1) SWU (1) Selton Mello (1) Show me your genitals (1) Sicko (1) Simonal (1) Sintetizador (1) Snack Culture (1) Susan Boyle (1) TI (1) Tempo (1) Tenho amigos putanheiros (1) Tupiniquim (1) Twitter (1) Uniban (1) Urso polar (1) Usain Bolt (1) VMB (1) Vice (1) Victor Fasano (1) Virada Cultura (1) Wikipedia (1) World Cup (1) Xuxa (1) YouTube (1) Zeca Camargo (1) aba reta (1) acessibilidade (1) administradores (1) aeroporto (1) agência (1) alcool (1) animais (1) aniversário (1) ansiedade (1) aperto (1) artistas subestimados (1) asas (1) avião (1) bacon (1) banalização (1) bananas (1) bang (1) bebado (1) bebês (1) bla (1) blasé (1) blogueiros (1) bob marley (1) bolsa família (1) bolívia (1) borrifada maluca (1) borrifador ausente (1) borrifadores (1) borrifando (1) botafogo (1) branding (1) brega (1) briguinha (1) buffet (1) cantoras (1) caos (1) capitalismo (1) capitão nascimento (1) carioca (1) carro (1) carroceiros (1) casper (1) celebridades (1) chilli beans (1) chocolover (1) cigarro (1) classe (1) clichês (1) coca (1) coldplay (1) coletividade (1) combie (1) comunicação (1) condescendência (1) contigo (1) contradição (1) copa do mundo (1) cotidiano (1) crianças (1) crítica (1) culpados (1) death magnetic (1) deputado (1) desenvolvimento sustentável (1) diego alemão (1) dinheiro (1) dionisio (1) direitos (1) discos voadores (1) discurso vazio (1) dislexia (1) divulgação (1) drogas (1) eco 92 (1) ecochato (1) edmundo (1) egoísmo (1) elite (1) emburrece (1) emissora (1) emos (1) empregada (1) entretenimento (1) espetáculo (1) espm (1) estilista (1) estética (1) evo (1) exposição (1) extremismo (1) faap (1) fabio porchat (1) falta de classe (1) falta de paciência (1) favela (1) figurinhas (1) fim de ano (1) flamengo (1) flanelinhas (1) fluminense (1) formaturas (1) frase do Senna (1) funk (1) futebol americano (1) gal costa (1) games (1) gay (1) geeks (1) geleiras (1) google (1) grafite (1) greenpeace (1) gringos (1) gugu (1) gv (1) healthcare (1) helloween (1) hipsters (1) história (1) homer (1) homofobia (1) honda (1) humor (1) hype (1) id (1) igualdade (1) impunidade (1) incentivo fiscal (1) incompetência (1) individuaismo (1) industria fonográfica (1) informação (1) injustiça social (1) inovação tecnológica (1) internet (1) iron maiden (1) irresponsabilidade (1) irritação (1) joel (1) jon e kate + 8 (1) jovem pan (1) juliana paes (1) juscelino (1) katilce (1) king curtis (1) leci brandão (1) legado (1) lemmy (1) lepo lepo (1) liberdade de expressão (1) limitação mental (1) lindos são os passarinhos (1) live 8 (1) live aid (1) livros da fuvest (1) logos (1) loiras (1) loudness war (1) lula vieira (1) luxemburgo (1) mackenzie (1) macunaíma (1) maioria (1) mal humor (1) manifestações (1) marcelo dourado (1) marcelo tas (1) marimoon (1) mau humor (1) maus politicos (1) maísa (1) meirelles (1) melhor do Brasil é o brasileiro (1) melhores posts (1) mesmice (1) metrô (1) mondo entretenimento (1) monty phyton (1) morre (1) motorhead (1) mudar (1) musculação (1) musica boa (1) mãozinha (1) nardoni (1) natural step (1) neo-liberalismo (1) nerds (1) netinho (1) nostalgia (1) nyt (1) pablo (1) padrão de beleza (1) pais bundões (1) palhaçada (1) panda (1) paris hilton (1) patriotismo (1) paulistas (1) pc do b (1) pelé (1) pena sentimento pior (1) pessoas efusivas (1) phil barros (1) pobreza (1) poesia (1) polícia (1) ponte estaiada (1) português (1) posers (1) preconceito (1) premiação (1) promessas (1) protesto (1) psirico (1) publicidade (1) puc (1) punheta (1) qualidade (1) rabo (1) racismo (1) radiohead (1) reality show (1) record (1) red bull (1) reformulação (1) reggae (1) relacionamento (1) religiao (1) religião (1) repórteres folgados (1) respeito (1) rivalidade (1) robei o dia de alguém porque eu devia ter postado ontem (1) roberts (1) rodízio (1) roupas (1) ruas (1) saco (1) santa (1) sassaricar (1) saúde (1) selos (1) sem partido (1) semana (1) senso de humor (1) sentimentos (1) separatismo (1) serginho groisman (1) sexo oral (1) shows (1) silêncio (1) sistema de saúde (1) some daqui. (1) sos mata atlântica (1) status (1) stress (1) subúrbio (1) sucesso (1) sujeira (1) super legais (1) surf (1) telemarketing (1) torcida (1) track and field (1) transporte público (1) troca (1) tropa de elite (1) truculência (1) tráfico (1) universidades (1) vagabunda (1) vasco (1) velocidade (1) venda de CDs (1) verdade absoluta (1) vida (1) vinhos (1) violência (1) vôo (1) war (1) whatsapp (1) workshop (1) xixi no banho (1) zanola (1)

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Irresponsabilidade Televisionada

Quem gosta de reality shows deve estar acostumado com a falta de bom senso e de juízo por parte dos participantes. Também deve estar acostumado à falta de limites por parte da produção ao usar qualquer artifício para engrossar o caldo da estória e torná-la mais interessante. Ainda assim não deixamos de nos surpreender.


Considero o Discovery Channel um canal sério e, assim, também o Discovery Home & Health. Por isso, me chamou bastante atenção todo o fuzuê envolvendo a série televisionada por eles chamada "Jon e Kate + 8". A idéia era mostrar a vida de Jon e Kate com seus 8 filhos, um casal de gêmeos e os sêxtuplos, mas acabou virando vitrine de seus problemas matrimoniais. Depois de algum tempo no ar, a série realmente só ganhou audiência quando Jon foi descoberto traindo Kate com a babá. Hoje em dia, separados, Kate continua registrando sua vida e de seus filhos para o show enquanto Jon tenta impedir que as 8 crianças sejam gravadas nesse momento tão delicado da vida da família.


Como se não bastasse, recentemente estreou no Brasil a série "17 e mais". O programa mostra a vida de Jim Bob e Michelle, um casal americano tradicional, conservador e protestante, com seus 17 filhos. Sim, 17 e Michelle está gravida do 18º. Na minha opinião, estes são dois idiotas.


Com todo o conhecimento que temos, com toda a conscientização sobre preservação do planeta e escassez de recursos naturais, qualquer casal que tiver mais que dois filhos hoje em dia está sendo incrivelmente irresponsável. Independente de quão incríveis os filhos serão ou todo o bem que podem fazer pra humanidade, se você e seu cônjuge são apenas 2, fica óbvio quão errado é deixar mais que isso na terra depois que vocês morrerem, certo? Se todos fizerem isso, continuaremos crescendo a população mundial numa PG (progressão geométrica, para quem não lembra) e, dessa forma, nunca conseguiremos diminuir nosso impacto no planeta.


Atualmente, pelo consumo médio da população, precisamos de algumas "Terras" para suprir nossos gastos. Ou seja, estamos usando o futuro para pagar o presente. Estamos destruindo o que nossos filhos e netos precisarão para sobreviver, para suprir o que gastamos agora. Fica óbvio porque freiar o crescimento populacional é de suma importância.


Além disso, existem milhões de crianças órfãs ou para adoção que poderiam muito bem compor uma família grande, se era isso que eles queriam. Pior que esses dois, só o pessoal que bancou essa série achando que eles tinham algo para nos ensinar com seus "valores" e "tradição" ou então o pessoal que assiste ao show e acha legal. São todos uns irresponsáveis.

8 Comentários:

Shisuii disse...

O preocupante é imaginar como ficará a cabeça dessas crianças daqui uns anos...

Shisuii

Patrícia disse...

assisto às vezes as duas séries e realmente acho esta quantidade de filhos meio que absurda, mas ai começar a dizer que que o que eles fazem é errado, que são idiotas é exagero. Como se o que eles fizeram fosse o problema, e não é. Ta certo, eles tem muitos filhos, mas são uma família, os filhos não estão na rua, abandonados, se prostituindo... e como eles tem valores e são cristãos, seus filhos com certeza (se manterem seus valores) serão responsáveis. Não serão típicos adolescentes ou adultos, que não tem mais valores, que não se dão o devido valor, que acabam morrendo por simples besteiras, que hoje estão com alguém e amanhã ja estão com outro... se os filhos deles puderem no futuro passar alguma coisa de bom adiante, o nascimento de todos eles terá valido a pena.

E o que adianta falar deles se hoje em dia crianças e adolescentes já estão fazendo sexo irresponsavelmente, como se fosse uma brincadeira qualquer da idade, e através disso gerando crianças que são abandonadas, mortas, pois não sabem o que fazer. Estes adolescentes e até adultos é que estão gerando filhos e mais filhos e os jogando no mundo, este é o verdadeiro problema, é daí que vem o crescimento populacional e o impacto negativo no mundo.

Crianças, adolescentes e até adultos que realmente levam a palavra de Deus à sério, não estão caindo de bêbado por aí, não praticam sexo que tudo e todos, não engravidam irresponsavelmente, não jogam a vida fora...

O problema está mais perto do que imaginamos, precisamos educar estes adolescentes primeiro pra depois começar a falar dessa família, cujo os filhos não estão se drogando ou bebendo por aí, e as filhas não estão grávidas de alguém qualquer; pois de repente o casal e seus filhos podem estar fazendo muito mais bem ao planeta ou o que for do que muitas família de um ou dois filhos.

VAI DIZER QUE NINGUÉM VÊ DIFERENÇA ENTRE O COMPORTAMENTO DAQUELES JOVENS PARA OS JOVENS QUE COSTUMAMOS VER HOJE EM DIA? EU VEJO, E SINCERAMENTE, PREFIRO A EDUCAÇÃO DELES, POIS ASSIM TEREI CERTEZA QUE MEUS FUTUROS FILHOS NÃO ESTARÃO SE PERDENDO POR AÍ!

Paulo Dragocinovic disse...

Patrícia, eu acho que seus filhos seriam mais felizes se fizessem mais sexo...

Debi Gorgulho disse...

Por favor:

'Se seus filhos MANTIVEREM seus valores serão responsáveis' e 'seus filhos podem estar fazendo muito MELHOR ao planeta ..'

Quanto ao seu comentário:
- Primeiro, concordo com o Paulo.
- Segundo, é uma abordagem meio antiga e pouco visionária achar que pessoas que carregam a palavra de Deus, por definição, são as que salvarão o mundo.
- Terceiro, deixei bem claro no meu post que estou falando de preservação de recursos, de controle da quantidade de habitantes do planeta e não de sua qualidade.
- Quarto, no último parágrafo está escrito "Além disso, existem milhões de crianças órfãs ou para adoção que poderiam muito bem compor uma família grande, se era isso que eles queriam".. so, there you go.
- Quinto, obrigada por visitar o blog e participar! Gostamos muito que outras pessoas exponham suas opiniões.. é todo o objetivo da coisa. Beijos!

Anônimo disse...

Patrícia, estou com vc, concordo com tudo que vc disse, fazer sexo é bom sim, mas com responsabilidade e sem promiscuidade com nossos jovens fazem hoje, como se a aids não estivesse por aí e outras várias doenças. Eu tbm gostaria de ser educada como os filhos da série 17 e +.

Debi Gorgulho disse...

Gente, pelo amor de Deus! Promiscuidade, descuido, descaso e falta de respeito não tem NADA a ver com o meu texto.
Eu também sou super a favor de sexo bom mas com responsabilidade, ué! Não era nada disso que eu estava falando...

Juliana disse...

Olá pessoal!

Os dois lados estão com razão, a questão é bom senso.
"- Terceiro, deixei bem claro no meu post que estou falando de preservação de recursos, de controle da quantidade de habitantes do planeta e não de sua qualidade."

Se não há qualidade do ser humano (educação) não há preservação do meio ambiente.

Anônimo disse...

é meio ingênuo pensar que alguém desejará ter mais do que dois filhos (olha que minha geração não quer ter nenhum) por assistir a um programa que retrata uma situação tão particular. Principalmente quando se depara com os enormes desafios que essas familias enfrentam. Os recursos naturais precisam ser preservados sem dúvida alguma, mas isso só acontecerá quando cada um aceitar viver apenas com o necessário. Além disso vem as outras consciências que por enquanto, infelizmente, não decolaram; jogar lixo no lixo, usar o transporte público sempre que possível, etc. Esse assunto é muito mais complexo do que o tamanho das famílias. A preservação do planeta, na minha humilde visão depende muito mais de educação no uso dos recursos do que quantidade de pessoas. Apenas para reflexão: compare o uso de recursos naturais em países desenvolvidos com as mesmas referências em países muito pobres. É provável que os países pobres não usam mais porque não podem pagar por isto e não porque pensa na preservação dos recursos naturais.

TODOS OS PONTOS DE VISTA SÃO MUITO VÁLIDOS E, POR ISSO, NÃO DEVEMOS CAIR NA TENTAÇÃO DE ATRIBUIR OS PROBLEMAS DO MUNDO APENAS ALGUNS FATORES.

ABRAÇOS A TODOS.

Postar um comentário